FÓRUM MOTOS DAFRA
Seja bem-vindo ao maior fórum aberto sobre as motos Dafra. Junte-se conosco e venha participar, tirar dúvidas e resolver problemas.
Clique em Registrar-se.
Obrigado!
Equipe do Fórum Motos Dafra

test drive da riva

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

test drive da riva

Mensagem  jeff em Seg Fev 06, 2012 8:59 am

Nada como começar bem a semana...

Ontem fui com minha kansas até umas praias daqui de Floripa (Joaquina, Mole, Barra da Lagoa, Lagoa da Conceição... recomendo!).

E hoje de manhã fui ver de perto e aproveitei para dar uma voltinha na riva. Sorrisão até agora...

A motinho é realmente muito bem acabada, o conjunto agrada muito no visual, pude ver a preta e a branca, fiz o drive na branca.

Observei alguns detalhes que passaram despercebidos pelos vendedores da loja e pelos marquetingueiros da dafra, mais preocupados com os brig bródi da vida do que com argumentos para vender bem as motos. Coisas da dafra....

Problemas que apareceram nas speeds foram eliminados, a começar pelo botão do corta-corrente (algo questionável, só quem caiu sabe a importância de poder desligar o motor rapidamente). Fizeram isso para não ter problemas com corte de ignição por entrada de água e por um motivo muito mais prosaico: evitar reclamações de que a moto não funciona porque o dono cabação tendo o primeiro contato com motos esbarrou no corta-corrente e não se tocou.

Outra coisa: se preocuparam em colocar o limitador de ajuste do pedal do freio extremamente acessível. E mais ainda: o interruptor do pedal do freio é de muito fácil acesso. Esse item geralmente é um pé no bag em qualquer moto, mas na riva se nota que o problema foi pensado e bem resolvido.

Também ninguém vai reclamar de queimar o pé no escapamento, ele está muito bem posicionado, assim como as pedaleiras e pedais.

Quantidade de óleo:

O motor tem balanceiro, e ele ocupa um certo espaço. Esse espaço é menor do que o das speeds e kansas, mas ele existe, portanto algum óleo vai ali. Não pude medir adequadamente o nível de óleo, porque a moto do test drive já estava quente. (Aliás, muito ruim o acesso à vareta medidora, e ela não tem visor de nível de óleo).

O óleo da moto de test drive estava um pouco acima do máximo, o que é normal para um motor quente, mas não permite saber o quanto seria o nível correto com o óleo frio. De qualquer forma, a lubrificação pareceu adequada. Recomendo aos futuros proprietários verificar o nível no dia seguinte ao que tirarem a moto da concessionária, para que não sofram o mesmo problema que donos de kansas e speeds. Mas é provável que não venham a ter os mesmos problemas.

O test drive:

Painel completo e muito bem arranjado, mas o velocímetro estava desligado. Lembre-se de não comprar uma riva branca 0km em promoção aqui na concessionária de Florianópolis.

O punho esquerdo estava solto. Esqueceram de apertar o parafuso de fixação. Mas isso é uma tradição da marca, assim como as HD pingarem óleo na concessionária.

Motorzinho ligado, a bichinha é arisca, a moto pula quando se solta a embreagem. Uma delícia. A passagem de marchas é muito suave, assim como todos os acionamentos. A posição de pilotagem é muito confortável, não tive problema algum para achar as pedaleiras, algo com que sempre me atrapalho quando subo numa speed ou kansas sem comando avançado. A moto "veste bem".

Ela conta com indicador de marchas e nível do tanque de combustível digitais, e a moto do teste estava na reserva. Então o led indicador da reserva permanecia piscando e quando eu estava para entrar na via expressa ele ficou permanentemente aceso, indicando que ela ia pedir reserva a qualquer momento. Desisti de entrar na via expressa/BR, mas me arrependi, porque mesmo que ela apagasse, ainda ia contar com a torneirinha...

Mas eu estava satisfeito com o teste nas ruas ali perto, que permitiram esticar as 3 primeiras marchas, e também com a suspensão, que passou nas lombadas com muito conforto.

Agora algo de se tirar o chapéu são os freios.... uma das primeiras coisas que fiz foi testar o comportamento dos freios na descida logo ao sair da loja, e eles estancam mesmo. Nenhum desvio para os lados nem travamento da roda, simplesmente perfeitos.

A apache é uma moto muito boa, e a riva não fica atrás de jeito nenhum. Não sei quanto à velocidade final, mas no geral, o pacote me pareceu excelente pelo preço que está sendo pedido. E se a durabilidade for compatível com as suzuki (já que a haojue monta ambas), essa motinho vai se sair muito bem.

Agora só falta a dafra tomar vergonha na cara e convocar o recall dos quadros da kansas e anunciar numa campanha na televisão que a quantidade certa de óleo da kansas é 1,3 litro e da speed é 1,2 litro.

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Convidad em Seg Fev 06, 2012 9:22 am

Opa,

Vou ver se consigo dar uma volta numa dessas por aqui!!!


Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Lessa em Seg Fev 06, 2012 11:07 am

Mestre Jeff, muita legal as informações !!!! Fiquei até com vontade de dar um pulinho numa CC da Dafra só pra rodar numa Riva tb !!!

_________________
Muito feliz com Odete, a rainha do boquet... asfalto !!! Rolling Eyes
Agora uma autêntica "estradeira" !!! Razz

Lessa
Forista
Forista

Número de Mensagens : 436
Idade : 40
Localização : Méier - RJ
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 23/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  LTSL em Seg Fev 06, 2012 12:06 pm

Essa Riva promete muito, aliás vi a primeira Riva rodando aqui na minha cidade esse fim de semana, que coisa mais arrumada. Tô ansioso para pegar a minha, porém vou me segurar e tirar habilitação 1º por que se a policia pega o valor da multa não vale a pena. Tendo em vista que ainda vai demorar um pouco pois cada dia que se passa a burocracia para tirar habilitação aumenta. O ponto positivo é que já vou juntando a grana para dar uma entrada bacana. tive pensando em pegar um empréstimo consignado e pegar ela a vista na CC, afinal os juros são bem inferiores aos das financeiras, alguem ai já fez algo do tipo?
Abraços

LTSL
Novato
Novato

Número de Mensagens : 4
Idade : 25
Localização : Mateus Leme-MG
Moto : Outra marca ou ainda não tenho
Data de inscrição : 27/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Edu Clown em Seg Fev 06, 2012 2:36 pm

LTSL escreveu:tive pensando em pegar um empréstimo consignado e pegar ela a vista na CC, afinal os juros são bem inferiores aos das financeiras, alguem ai já fez algo do tipo?
Abraços
Eu fiz isso, tentei pegar ela por consórcio no início. Mas aí resolvir pegar logo um consignado para completar o valor da moto e o emplacamento, a parcela ficou apenas R$ 3,00 a mais que o valor da parcela do consórcio! Pelo meu ponto de vista foi um bom investimento, já vi pessoas tentando tirar a kansas por financiamento e o juros... affraid

Abraço.

_________________
Como eu posso mudar o amanhã, se não posso mudar o presente?

Edu Clown
Guru
Guru

Número de Mensagens : 1007
Idade : 27
Localização : Paragominas - PA
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 19/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  fernando.net em Seg Fev 06, 2012 3:23 pm

Jeff,
muito boa sua análise, vou fazer 2 comentários:
1° nível de óleo.
Hoje medi o nível de óleo da minha Riva com o motor quente, e o nível estava acima da marcação máxima da vareta, depois com o motor morno, quase frio, medi de novo e o nível permaneceu acima do nível máximo.
2° Torneirinha:
Você disse que se arrependeu de entrar na BR, por causa da reserva e que se a moto apagasse, você virava a torneirinha, mas a torneirinha da Riva só tem On e Off, não tem posição de reserva, a reserva dela é só no marcador do painel mesmo, piscou pode abastecer.
Abraço.

fernando.net
Novato
Novato

Número de Mensagens : 36
Idade : 35
Localização : Diadema - SP
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 28/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Seg Fev 06, 2012 3:37 pm

Opa, essa informação é outra novidade exclusiva da Riva.

São duas inovações de que particularmente não gosto. Motos sempre tiveram reserva de gasolina e corta-corrente, coisas que a dafra resolveu tirar na Riva.

Sem a reserva, você passa a depender da boia e do painel digital, se um deles falhar, você vai ter de empurrar a moto sabe lá por quantos km...

Sem o corta-corrente, você tem que contar com a sorte de nunca cair. Porque se cair, a chave de ignição pode ficar numa posição difícil de alcançar, e até lá seu motor vai ficar funcionando com a gasolina do tanque vazando em cima dele.

Duas coisas que eu não tiraria de uma moto.

Um abraço,

Jeff
PS: O nível de óleo ficar acima do máximo parece indicar que esse motor é para 900 ml, como é praxe nas suzuki, e o pessoal está colocando 1 litro nas concessionárias. Esses 100 ml a mais não vão prejudicar o motor. Isso é feito por determinação da dafra, e se estão fazendo isso, é porque aprenderam alguma coisa com a gacada das kansas e speeds.

Agora só falta assumirem e consertarem o estrago dos proprietários.

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  fernando.net em Seg Fev 06, 2012 5:01 pm

Olá de novo,
Quanto à torneira de combustível existe a possibilidade de substituir a original pela da Yes ou por algumas da Yamaha para poder ter a reserva.

Abraço.

fernando.net
Novato
Novato

Número de Mensagens : 36
Idade : 35
Localização : Diadema - SP
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 28/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Convidad em Ter Fev 07, 2012 5:38 am

Opa,

jeff escreveu:
Sem o corta-corrente, você tem que contar com a sorte de nunca cair. Porque se cair, a chave de ignição pode ficar numa posição difícil de alcançar, e até lá seu motor vai ficar funcionando com a gasolina do tanque vazando em cima dele.


Jeff, tive uma CG-Cargo ano/mod. 2000 e nela não tinha o corta corrente. era só a chave mesmo.


Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Ter Fev 07, 2012 7:26 am

bom, pelo menos não é ideia original deles...

hoje de manhã voltei lá na concessionária para conferir o manual do proprietário, que eu esqueci de fazer ontem. Vendo de novo a riva, lembrei de um ponto que deixei de comentar:

incluíram vários pontos para enganchar elásticos, certamente em função das reclamações do pessoal das apache.

E folheei o manual de ponta a ponta. A quantidade de óleo é de 1 litro na troca, e o procedimento de medição é calibrado com o motor frio. Ou seja, não vai ter erro, é só tirar a vareta, limpar, colocar sem girar e medir.

O manual do proprietário é extremamente completo, orienta o piloto sobre todos os aspectos da moto. Inclui até o procedimento de instalação de um suporte de baú e as dimensões máximas de baú de carga para quem quiser trabalhar com motofrete. Algumas instruções de uso da moto são verdadeiros macetes, daqueles que a gente lê aqui no fórum (será que leram aqui? Rolling Eyes )

Mas o fato é que fiquei surpreso com a boa qualidade do manual em geral. Leitura obrigatória para quem estiver pegando uma moto pela primeira vez.

Um abraço,

Jeff
PS: Agora só falta consertarem a gacada da quantidade de óleo da kansas e speeds e convocarem o recall dos quadros da kansas.

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Convidad em Ter Fev 07, 2012 10:39 am

Opa,

Os Caras (DAFRA) são experts em agir na miúda mesmo hein!!!

Pelo menos (de uma forma ou outra) estão caminhando no rumo certo "com essa nova moto"!!! E "mesmo sem a humildade" de reconhecer oficialmente alguns macetes, os estão adotando. he he he

Disponham Srs. Engenheiros DAFRA!!!!


Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  matheus.dias em Dom Fev 19, 2012 5:16 am

bom dia, gente. sou novo no forum e estou esperando concluir a moto escola para tirar minha carteira e poder comprar minha Riva. Espero que seja tudo isso que dizem dela, pois primeira moto não dá para errar!!! Minha vantagem é que trabalho em uma concessionária (não vou dizer o nome para não correr risco de perder o emprego, já que vou ser honesto nas minhas impressões futuras...) e vou ter um descontinho. Além de poder ter "assessoria" grátis quando precisar... rsrs

Claro que o pessoal daqui não deixou eu andar na test drive, mas sentei na motinho e liguei o motor. É bem parecida com a Suzuki da moto escola, mas o guidão pareceu um pouco mais largo. A pedaleira parece estar na mesma posição, mas não tenho certeza. Agora, o painel é deeeeezzzz!!!!

matheus.dias
Novato
Novato

Número de Mensagens : 19
Idade : 24
Localização : são paulo
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 19/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  renegado em Dom Fev 19, 2012 7:28 am

Bom Matheus seja bem vindo ao fórum, e felicidades com a moto, e juízo em rapaz num queira ser estatística.

_________________
Curtam um rock com estilo! na web rádio MOTOR ROCK. www.radiomotorrock.com


MOTO ATUAL: KASINSKI MIRAGE 250.

renegado
Membro Senior
Membro Senior

Número de Mensagens : 560
Idade : 30
Localização : Serra ES
Moto : Outra marca ou ainda não tenho
Data de inscrição : 26/03/2010

http://www.webradiomotorrock.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Dom Fev 19, 2012 9:56 am

Matheus, bem-vindo ao fórum!

Acabei de falar para o Família as mesmas coisas que falaria para você em relação à riva.

http://dafra.forumais.com/t3812p20-next-250cc#72697

Parabéns por chegar se identificando como funcionário da dafra, não temos nada contra quem faz isso. Só esperamos que você realmente seja imparcial, afinal todos, inclusive a empresa, só têm a ganhar conhecendo a opinião sincera de proprietários legítimos e tomando as atitudes corretivas necessárias em tempo, coisa que infelizmente não fez com speeds e kansas.

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  matheus.dias em Dom Fev 19, 2012 10:32 am

Obrigado, Jeff e Renegado. Vou tentar ser o mais imparcial possível, embora minhas opiniões não vão ser de grande ajuda, já que não tenho experiência com outras motos. No próximo semestre vou fazer um curso no senai de mecânica de motos pois gosto disso. E vou tentar uma facul ano que vem. Por enquanto, estou ajudando no almoxarifado, lavando motos, essas coisas. Meu pai me deu uma grana para a entrada, para as prestações não ficarem muito altas.

matheus.dias
Novato
Novato

Número de Mensagens : 19
Idade : 24
Localização : são paulo
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 19/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Convidad em Qua Fev 22, 2012 11:58 am

Opa,

Seja muito bem vindo Matheus!!! Que sua nova moto te traga muitos quilômetros de alegria... Assim que estiver com ela e querendo, considere-se convidado a passear conosco.


Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  matheus.dias em Qua Fev 22, 2012 5:57 pm

vlw, Edifrans! Vou andar bastante nela, sim!!! To um pouco longe, mas vlw o convite!

matheus.dias
Novato
Novato

Número de Mensagens : 19
Idade : 24
Localização : são paulo
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 19/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Convidad em Qui Fev 23, 2012 9:07 am

Opa,

Fiz um Test-Drive na Riva hoje pela manhã.

Delícia de moto! Adorei (apesar de ainda preferir uma Custom)

Assim que tiver mais tempo posto os detalhes.



Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jorge luiz ferreira em Dom Fev 26, 2012 9:04 am

jeff escreveu:Nada como começar bem a semana...

Ontem fui com minha kansas até umas praias daqui de Floripa (Joaquina, Mole, Barra da Lagoa, Lagoa da Conceição... recomendo!).

E hoje de manhã fui ver de perto e aproveitei para dar uma voltinha na riva. Sorrisão até agora...

A motinho é realmente muito bem acabada, o conjunto agrada muito no visual, pude ver a preta e a branca, fiz o drive na branca.

Observei alguns detalhes que passaram despercebidos pelos vendedores da loja e pelos marquetingueiros da dafra, mais preocupados com os brig bródi da vida do que com argumentos para vender bem as motos. Coisas da dafra....

Problemas que apareceram nas speeds foram eliminados, a começar pelo botão do corta-corrente (algo questionável, só quem caiu sabe a importância de poder desligar o motor rapidamente). Fizeram isso para não ter problemas com corte de ignição por entrada de água e por um motivo muito mais prosaico: evitar reclamações de que a moto não funciona porque o dono cabação tendo o primeiro contato com motos esbarrou no corta-corrente e não se tocou.

Outra coisa: se preocuparam em colocar o limitador de ajuste do pedal do freio extremamente acessível. E mais ainda: o interruptor do pedal do freio é de muito fácil acesso. Esse item geralmente é um pé no bag em qualquer moto, mas na riva se nota que o problema foi pensado e bem resolvido.

Também ninguém vai reclamar de queimar o pé no escapamento, ele está muito bem posicionado, assim como as pedaleiras e pedais.

Quantidade de óleo:

O motor tem balanceiro, e ele ocupa um certo espaço. Esse espaço é menor do que o das speeds e kansas, mas ele existe, portanto algum óleo vai ali. Não pude medir adequadamente o nível de óleo, porque a moto do test drive já estava quente. (Aliás, muito ruim o acesso à vareta medidora, e ela não tem visor de nível de óleo).

O óleo da moto de test drive estava um pouco acima do máximo, o que é normal para um motor quente, mas não permite saber o quanto seria o nível correto com o óleo frio. De qualquer forma, a lubrificação pareceu adequada. Recomendo aos futuros proprietários verificar o nível no dia seguinte ao que tirarem a moto da concessionária, para que não sofram o mesmo problema que donos de kansas e speeds. Mas é provável que não venham a ter os mesmos problemas.

O test drive:

Painel completo e muito bem arranjado, mas o velocímetro estava desligado. Lembre-se de não comprar uma riva branca 0km em promoção aqui na concessionária de Florianópolis.

O punho esquerdo estava solto. Esqueceram de apertar o parafuso de fixação. Mas isso é uma tradição da marca, assim como as HD pingarem óleo na concessionária.

Motorzinho ligado, a bichinha é arisca, a moto pula quando se solta a embreagem. Uma delícia. A passagem de marchas é muito suave, assim como todos os acionamentos. A posição de pilotagem é muito confortável, não tive problema algum para achar as pedaleiras, algo com que sempre me atrapalho quando subo numa speed ou kansas sem comando avançado. A moto "veste bem".

Ela conta com indicador de marchas e nível do tanque de combustível digitais, e a moto do teste estava na reserva. Então o led indicador da reserva permanecia piscando e quando eu estava para entrar na via expressa ele ficou permanentemente aceso, indicando que ela ia pedir reserva a qualquer momento. Desisti de entrar na via expressa/BR, mas me arrependi, porque mesmo que ela apagasse, ainda ia contar com a torneirinha...

Mas eu estava satisfeito com o teste nas ruas ali perto, que permitiram esticar as 3 primeiras marchas, e também com a suspensão, que passou nas lombadas com muito conforto.

Agora algo de se tirar o chapéu são os freios.... uma das primeiras coisas que fiz foi testar o comportamento dos freios na descida logo ao sair da loja, e eles estancam mesmo. Nenhum desvio para os lados nem travamento da roda, simplesmente perfeitos.

A apache é uma moto muito boa, e a riva não fica atrás de jeito nenhum. Não sei quanto à velocidade final, mas no geral, o pacote me pareceu excelente pelo preço que está sendo pedido. E se a durabilidade for compatível com as suzuki (já que a haojue monta ambas), essa motinho vai se sair muito bem.

Agora só falta a dafra tomar vergonha na cara e convocar o recall dos quadros da kansas e anunciar numa campanha na televisão que a quantidade certa de óleo da kansas é 1,3 litro e da speed é 1,2 litro.

Um abraço,
Me parece muito boa a moto sim .
Pelo menos o motor é bem diferente.
Agora eu fiz uma coisa que estava engasgado. pegar um vendedor e arrumar uma briga.
minha speed resolveu quebrar tudo.
tenho que trocar o cambio inteiro . mas tem um rolamento de agulha la dentro que não acha nem na dafra.
Ai resolvi dar uma olhada na riva .
o vendedor chegou todo empolgado e eu ja fui dizendo: ela anda e é melhor ou igual a 150 da honda? o cara todo empolgado me diz que sim . e ainda mais : que andava mais que uma 150 honda e que provava.
e não é que o cara provou.
ela parada sem niguem em cima ela deu 140 no velocimetro.
Ai o bicho pegou.eu falei que eu não estava em cima e que não tinha nem subida e nem vento.
E mais: quem comprou uma speed ou uma kansas é um herói. e que a dafra tinha que dar uma riva pra cada pessoa que comprou uma dessas motos.
O cara ficou louco e ainda mais eu com um conjunto de cambio da speed na mão todo detonado. e mostrando pra ele. E foi juntando gente. deppois eu que ja tava irritado por não ter a peça na dafra. E olha que essa novela ja ta pra um mês e nada de peça.
Ja gostei muito da motinha , mas é um lixo.
Abraço

Jeff

jorge luiz ferreira
Forista
Forista

Número de Mensagens : 255
Idade : 49
Localização : Diadema
Moto : Next 250
Data de inscrição : 14/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Dom Fev 26, 2012 1:27 pm

Não entendi esse lance de o cara provar que a moto dá 140...

O velocímetro dela não é de ponteiro, ela tem um grande contagiros no lugar onde estamos acostumados a ver o velocímetro, e esse ponteiro vai até o fundo de escala no autoteste.

Isso é procedimento normal toda vez que liga a moto, não tem nada a ver com provar que a moto vai até 140. Aliás, ela não vai mesmo. No máximo, anda junto com uma titan, e olhe lá. Para andar a 140, teria que ser no mínimo uma 250.

Essa é mais uma das pataquadas ditas por vendedores despreparados tentando pegar clientes desavisados.

A propósito, dá uma corrigida no teu texto. Você começou a escrever ainda dentro da citação do meu, então no final eu apareço assinando também o que você escreveu...

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Convidad em Dom Fev 26, 2012 3:28 pm

Opa,

A história se repete... antes era a Speed que voava... depois... lançaram a Apache e apareceu por aqui uns "pilotos" que a fizeram voar também... não me assustarei se, em breve, aparecer alguns Kamikazes alegando atingir velocidades incríveis em suas Rivas....

Fala sério! Moto 150cc é pra andar entre 90~100 Km/h, mais que isso ela até chega mas vai judiar da moto... Seja CG, YBR, Kansas, Speed, Riva, Bros, Apache ou qualquer outra.....

Quer correr, compre uma de cc maior e pronto... sinta-se a vontade pra ficar apostando corrida com seu anjo da guarda.....

Acho ridículo um cara, seja ele quem for (vendedor, consumidor e etc...), comprar ou vender uma moto de baixa cc, motor a 4 tempos alegando a velocidade final "incrível" como principal apelo para a venda ou compra.

Feito isso, já começou errado.


Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Samio em Dom Fev 26, 2012 4:21 pm

Estes caras estão pensando que todo mundo é motoqueiro.... But, Se dizer isto que o edi comentou para um motoqueiro ele no mínimo vai dizer que quem falou é louco. Motoqueiro é a ralé do mundo de duas rodas, mas infelizmente eles ainda são maioria no brasil e consequentemente os vendedores se tornam picaretas para poder ganhar o pão mentindo de montão (que rima horrível Laughing )

Samio
Admin
Admin

Número de Mensagens : 824
Idade : 29
Localização : Paragominas - PA
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 03/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Dom Fev 26, 2012 4:58 pm

Ei, Edi...

Não vá esquecer de contar pra gente o que achou do test drive da riva!

Um abraço,

Jeff
PS: "os vendedores se tornam picaretas para poder ganhar o pão mentindo de montão"... e isso depois dos esforços de renovação do vice-presidente de plantão... Razz

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

teste riva

Mensagem  jorge luiz ferreira em Dom Fev 26, 2012 5:59 pm

meu amigo.
A riva pega a velocidade no motor e não na roda dianteira.
Eu duvidei na hora , e ele com a moto no cavalete acelerou , enrolou o cabo.
E realmente foi a 140 sim.
e respondendo a mais uns colegas ai. Eu sou motociclista por enquanto.
Ainda não quebrei nenhum retrovisor, não xinguei ninguem e nem ando buzinando para os carros sairem da frente.No meu ver se eu usar a buzina é para avisar que eu estou ali e não para sairem da frente.
Motoqueiro é folgado mesmo.
Quando eu digo 140 não quer dizer que eu queira andar a essa velocidade. Pra min motos de baixa cilindrada é para ver paisagem. Eu estou indignado com as speed sim e tenho o direito de contestar a velocidade, ela não anda junto c/ uma 150 da honda . só se for no vácuo e olhe la.
Valeu ai em?
Abraço

jorge luiz ferreira
Forista
Forista

Número de Mensagens : 255
Idade : 49
Localização : Diadema
Moto : Next 250
Data de inscrição : 14/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Dom Fev 26, 2012 6:06 pm

Bom, aí é diferente.

Não tinha a informação de que ela pegava a informação de velocidade do eixo do câmbio.

Mas isso não muda nada, o vendedor está querendo te enrolar.

Acelerar um motor em vazio é uma coisa, acelerar uma moto em condições reais é outra completamente diferente.

E o comentário do Edi não foi criticando você, mas aos vendedores que falam qualquer coisa para tentar fechar uma venda.

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:54 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum