FÓRUM MOTOS DAFRA
Seja bem-vindo ao maior fórum aberto sobre as motos Dafra. Junte-se conosco e venha participar, tirar dúvidas e resolver problemas.
Clique em Registrar-se.
Obrigado!
Equipe do Fórum Motos Dafra

test drive da riva

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Samio em Dom Fev 26, 2012 6:10 pm

jorge luiz ferreira escreveu:
e respondendo a mais uns colegas ai. Eu sou motociclista por enquanto.
Ainda não quebrei nenhum retrovisor, não xinguei ninguem e nem ando buzinando para os carros sairem da frente.No meu ver se eu usar a buzina é para avisar que eu estou ali e não para sairem da frente.
Motoqueiro é folgado mesmo.
Quando eu digo 140 não quer dizer que eu queira andar a essa velocidade. Pra min motos de baixa cilindrada é para ver paisagem. Eu estou indignado com as speed sim e tenho o direito de contestar a velocidade, ela não anda junto c/ uma 150 da honda . só se for no vácuo e olhe la.
Valeu ai em?
Abraço

Desculpa aí jorge, mais eu não quiz dizer que vc é um motoqueiro, mas sim que os vendedores acham que todo mundo é motoqueiro e estão comprando velocidade. Foi mal e desculpa por qualque mal entendido lol!

Samio
Admin
Admin

Número de Mensagens : 824
Idade : 29
Localização : Paragominas - PA
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 03/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

desculpado

Mensagem  jorge luiz ferreira em Ter Fev 28, 2012 9:24 pm

Samio escreveu:
jorge luiz ferreira escreveu:
e respondendo a mais uns colegas ai. Eu sou motociclista por enquanto.
Ainda não quebrei nenhum retrovisor, não xinguei ninguem e nem ando buzinando para os carros sairem da frente.No meu ver se eu usar a buzina é para avisar que eu estou ali e não para sairem da frente.
Motoqueiro é folgado mesmo.
Quando eu digo 140 não quer dizer que eu queira andar a essa velocidade. Pra min motos de baixa cilindrada é para ver paisagem. Eu estou indignado com as speed sim e tenho o direito de contestar a velocidade, ela não anda junto c/ uma 150 da honda . só se for no vácuo e olhe la.
Valeu ai em?
Abraço

Desculpa aí jorge, mais eu não quiz dizer que vc é um motoqueiro, mas sim que os vendedores acham que todo mundo é motoqueiro e estão comprando velocidade. Foi mal e desculpa por qualque mal entendido lol!

Arrow
Que isso cara não precisa se desculpar.
Mesmo se fosse pra min beleza.
Se motoqueiro fosse frango eu comia um por dia pra acabar c/ a raça.kkkkkk

jorge luiz ferreira
Forista
Forista

Número de Mensagens : 255
Idade : 49
Localização : Diadema
Moto : Next 250
Data de inscrição : 14/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  ALLT em Qua Fev 29, 2012 4:56 am

Aki entra aquela velha discussão, o cara compra uma moto de baixa cilindrada que visa a economia e quer andar a 140Km/h! Sei la, acho isso errado...

ALLT
Forista
Forista

Número de Mensagens : 461
Idade : 29
Localização : Sorocaba - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 05/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  matheus.dias em Sex Mar 02, 2012 4:10 am

Caramba, o vendedor enrolar o cabo em uma moto de salão, é muito sem noção! Foge desta loja!!!

matheus.dias
Novato
Novato

Número de Mensagens : 19
Idade : 24
Localização : são paulo
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 19/02/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Sex Mar 02, 2012 4:15 am

Essa frase do Matheus podia ir para o "Momentos de Sabedoria"... Razz

Problema é saber que cc que não tem uma anta dessas na linha de frente. Cansei de ver um vendedor na antiga cc de Santo André esgoelando o motor de uma speed até não poder mais, tive que ir lá e reclamar que se eu fosse o proprietário ia ficar muito poto com o que ele estava fazendo com a moto.

Sabe o que a anta falou?

A moto era prêmio de um sorteio (promoção de vendas), então o dono não ia poder reclamar de nada....

Olha a mentalidade do caboclinho....

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Convidad em Sex Mar 02, 2012 6:07 am

jeff escreveu:Essa frase do Matheus podia ir para o "Momentos de Sabedoria"... Razz

Problema é saber que cc que não tem uma anta dessas na linha de frente. Cansei de ver um vendedor na antiga cc de Santo André esgoelando o motor de uma speed até não poder mais, tive que ir lá e reclamar que se eu fosse o proprietário ia ficar muito poto com o que ele estava fazendo com a moto.

Sabe o que a anta falou?

A moto era prêmio de um sorteio (promoção de vendas), então o dono não ia poder reclamar de nada....

Olha a mentalidade do caboclinho....

Um abraço,

Jeff

Evil or Very Mad Shocked Evil or Very Mad Shocked Evil or Very Mad Shocked Evil or Very Mad Shocked Evil or Very Mad Shocked Evil or Very Mad Shocked Evil or Very Mad Shocked Evil or Very Mad Shocked Evil or Very Mad

Tinham é que juntar esse infeliz pelos fundilhos e jogar de cima da passarela do "antigo" Mapin...


Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  renegado em Sex Mar 02, 2012 4:39 pm

ele não deve ta a par que a lei de proteção ao consumidor vale p compradores e premiados! a lei e do consumidor e não do comprador!

_________________
Curtam um rock com estilo! na web rádio MOTOR ROCK. www.radiomotorrock.com


MOTO ATUAL: KASINSKI MIRAGE 250.

renegado
Membro Senior
Membro Senior

Número de Mensagens : 560
Idade : 30
Localização : Serra ES
Moto : Outra marca ou ainda não tenho
Data de inscrição : 26/03/2010

http://www.webradiomotorrock.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

teste riva

Mensagem  jorge luiz ferreira em Dom Mar 04, 2012 7:08 pm

ALLT escreveu:Aki entra aquela velha discussão, o cara compra uma moto de baixa cilindrada que visa a economia e quer andar a 140Km/h! Sei la, acho isso errado...
Que de 140 não dê.
Mas que ande como uma verdadeira 150. ou isso que eu comprei é uma 125. a minha em um passeio com 125 se eu não andar no vacuo eu fico pra trás. Eu acabo atrapalhando o passeio do pessoal. 150 é pra ver a paisagem
valeu ai em

jorge luiz ferreira
Forista
Forista

Número de Mensagens : 255
Idade : 49
Localização : Diadema
Moto : Next 250
Data de inscrição : 14/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Dom Mar 04, 2012 7:30 pm

Olha, Jorge,

Com a riva você não fica pra trás não, isso eu comprovei no test drive. A motinho não fica devendo nada, ainda mais pelo preço que estão pedindo.

Mas isso de esperar desempenho em função da cilindrada é enganoso pelo seguinte:

A cg é uma 125 de comando no cilindro, varetado e sem balanceiro. Anda mais do que a kansas, que é 150, também de motor varetado, mas que tem balanceiro e por isso vibra menos. Parte da potência é consumida ali.

E sendo uma 150, a kansas anda menos que a nova titan, que também tem balanceiro, mas usa comando roletado no cabeçote, acionado por corrente.

Então é necessário considerar outros fatores do motor e da moto, e não apenas a cilindrada de cada um.

Um abraço,

Jeff


_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Convidad em Dom Mar 04, 2012 7:45 pm

Opa,

Jeff, tudo isso que falou acima é FATO! E concordo....

Comprei minha motoca pra passear e viajar... não foi para correr....

Mas uma coisa tenho que dizer... vira e meche dou pau em CGzinha (das anteriores a 150) na Imigrantes... e os caras (motoboys) chegam a deitar no tanque pra cortar o vento e eu andando sem sequer inclinar o corpo (é bem nessa horas que não deito mesmo, só pra deixar o trouxa mais P da vida)... Isso depois que coloquei o pinhão 16. Mais nada... de resto minha motoca é toda original...

Ta certo que nesses momentos levo o motor ao máximo... (o que pode estragar ele). Mas ver um tonto se matando pra correr atrás de uma Kansas (com alforges laterais, bolha e etc...) não tem preço.


Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Dom Mar 04, 2012 7:48 pm

Bom, eu mesmo esqueci de considerar um fator importantíssimo....

Minhas lembranças de andar com a cg eram do tempo que eu pesava 78 kg....

Hoje estou na casa dos 128, então... a minha kansas anda menos que uma cg com base nessas condições.... Embarassed

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Riva

Mensagem  ricardo gomes em Seg Mar 05, 2012 8:51 pm

Caros,

Tenho uma speed e estou com duvida se compro a nova Riva , pois tive muita dor de cabeça com a speed ....Bonita realmente ela é , mas será que vai aguentar o rojão .....Alguém já comprou ????



ricardo gomes
Novato
Novato

Número de Mensagens : 6
Idade : 36
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 27/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Seg Mar 05, 2012 9:04 pm

Olá, Ricardo

Eu apostaria que ela tem os mesmos padrões de resistência a rojão que a suzuki yes e a intruder, já que vêm da mesma incubadora.

Se a dafra realmente resolveu os problemas de montagem aqui no Brasil, que fustigaram as 4 pioneiras, como parece que está empenhada em fazer com um belo de um atraso, acho que vai se dar bem sim.

Mas aposta é aposta...

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Riva

Mensagem  fredsilvaborges em Ter Mar 06, 2012 11:34 am

ricardo gomes escreveu:Caros,

Tenho uma speed e estou com duvida se compro a nova Riva , pois tive muita dor de cabeça com a speed ....Bonita realmente ela é , mas será que vai aguentar o rojão .....Alguém já comprou ????


Ricardo comprei minha Riva há quase dois meses, so tenho que falar bem dela. Sábado foi eu e a dona encrenca passearmos. Pegamos estrada com ela e estavamos bem pesadinhos (dona encrenca não tem corpinho de miss), ando com ela tanto no transito pesado da cidade, como pego uma rodoviazinha estadual para ir trabalhar e ela responde muito bem. Outro fato é que sou mineiro e moro em BH aqui só existe morro, nada é plano e por enquanto Dandara (batizei minha Riva com esse nome) só me da alegria. As pessoas me param por aqui e me perguntam, falam que ela é muito bonita e tudo, sem contar o preço por uma moto completinha. Indico todos que estão na duvida comprarem. Já temos 2600 rodados sem nenhuma dor de cabeça.

fredsilvaborges
Forista
Forista

Número de Mensagens : 103
Idade : 28
Localização : Belo Horizonte
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 11/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Riva

Mensagem  ricardo gomes em Qua Mar 07, 2012 8:00 pm

É rapaziadas , acho que vou virar mesmo um Dafreiro ....o problema é só passar a minha speed pra frente .Se as concessionárias aceitassem a base de troca seria uma boa.....
lol!

ricardo gomes
Novato
Novato

Número de Mensagens : 6
Idade : 36
Moto : Riva 150cc
Data de inscrição : 27/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Qua Mar 07, 2012 8:52 pm

Bom, dafreiro você já é, agora vai se tornar um riveiro...

Seria uma boa para você e para eles também. Muita gente iria aproveitar para trocar a moto se eles facilitassem a venda. Poderiam até criar um mercado de speeds recondicionadas com garantia de fábrica com preços atraentes para os motoboys, agora que descobriram o principal problema da moto... (a falta de óleo!!!!)

Um abraço, felicidades com a motoca nova, e não esquece de contar para a gente as impressões,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

riva

Mensagem  jorge luiz ferreira em Ter Mar 13, 2012 9:02 pm

jeff escreveu:Olha, Jorge,

Com a riva você não fica pra trás não, isso eu comprovei no test drive. A motinho não fica devendo nada, ainda mais pelo preço que estão pedindo.

Mas isso de esperar desempenho em função da cilindrada é enganoso pelo seguinte:

A cg é uma 125 de comando no cilindro, varetado e sem balanceiro. Anda mais do que a kansas, que é 150, também de motor varetado, mas que tem balanceiro e por isso vibra menos. Parte da potência é consumida ali.

E sendo uma 150, a kansas anda menos que a nova titan, que também tem balanceiro, mas usa comando roletado no cabeçote, acionado por corrente.

Então é necessário considerar outros fatores do motor e da moto, e não apenas a cilindrada de cada um.

Um abraço,

Jeff

O jeff.
Cara valeu pela explicação.
Cara quem comprou isso ta nos nervos.
eu fui em uma concessionária e o que eu vi aqui de reclamação em cima de kansas e speed.
Tinha gente que dizia que nem a riva queria.
E se eu tirar o balanceiro da minha? Vai vibrar muito né!
ja que ela comsome parte da potencia do motor.
Foi isso que eu entendi.
Eu simplesmente quero vender a minha moto.
é 2008 2009 e se derem 2500 a 3000 eu vendo.
Pego uma riva .

jorge luiz ferreira
Forista
Forista

Número de Mensagens : 255
Idade : 49
Localização : Diadema
Moto : Next 250
Data de inscrição : 14/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jorge luiz ferreira em Ter Mar 13, 2012 9:14 pm

Edifrans escreveu:Opa,

Jeff, tudo isso que falou acima é FATO! E concordo....

Comprei minha motoca pra passear e viajar... não foi para correr....

Mas uma coisa tenho que dizer... vira e meche dou pau em CGzinha (das anteriores a 150) na Imigrantes... e os caras (motoboys) chegam a deitar no tanque pra cortar o vento e eu andando sem sequer inclinar o corpo (é bem nessa horas que não deito mesmo, só pra deixar o trouxa mais P da vida)... Isso depois que coloquei o pinhão 16. Mais nada... de resto minha motoca é toda original...

Ta certo que nesses momentos levo o motor ao máximo... (o que pode estragar ele). Mas ver um tonto se matando pra correr atrás de uma Kansas (com alforges laterais, bolha e etc...) não tem preço.


Abraço,
Ei edi.
Vc é um cara de sorte.
Minha speed não anda nem com outra speed.
dia desses indo para o trabalho em osasco.
levei um pau de uma cg.
Mas nem deu para notar por que eu ja estava entrando na primeira entrada para osasco e ele ia passar direto.
Cara me deu uma raiva.
parabens

jorge luiz ferreira
Forista
Forista

Número de Mensagens : 255
Idade : 49
Localização : Diadema
Moto : Next 250
Data de inscrição : 14/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Dan Floripa em Ter Mar 13, 2012 9:40 pm

jorge luiz ferreira escreveu:
Edifrans escreveu:Opa,

Jeff, tudo isso que falou acima é FATO! E concordo....

Comprei minha motoca pra passear e viajar... não foi para correr....

Mas uma coisa tenho que dizer... vira e meche dou pau em CGzinha (das anteriores a 150) na Imigrantes... e os caras (motoboys) chegam a deitar no tanque pra cortar o vento e eu andando sem sequer inclinar o corpo (é bem nessa horas que não deito mesmo, só pra deixar o trouxa mais P da vida)... Isso depois que coloquei o pinhão 16. Mais nada... de resto minha motoca é toda original...

Ta certo que nesses momentos levo o motor ao máximo... (o que pode estragar ele). Mas ver um tonto se matando pra correr atrás de uma Kansas (com alforges laterais, bolha e etc...) não tem preço.


Abraço,
Ei edi.
Vc é um cara de sorte.
Minha speed não anda nem com outra speed.
dia desses indo para o trabalho em osasco.
levei um pau de uma cg.
Mas nem deu para notar por que eu ja estava entrando na primeira entrada para osasco e ele ia passar direto.
Cara me deu uma raiva.
parabens


Estranho tua Speed não andar bem, a minha desde nova sempre andou bem, hoje dei um pulo em Floripa minha Speed foi a 110-120km/h com vento contra, e voltou entre 120-140km/h com vento a favor.

Abraço!

Dan.

Dan Floripa
Guru
Guru

Número de Mensagens : 4109
Idade : 36
Localização : Florianópolis
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 27/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Qua Mar 14, 2012 8:02 am

Jorge,

Se tirar o balanceiro, é provável que vibre mais que uma cg. E será necessário compensar o nível do óleo, que terá de preencher o espaço hoje ocupado pelo eixo balanceiro.

Não recomendo mesmo.

E a quantidade de reclamações sobre kansas e speeds só acontece porque a empresa insiste em não resolver os problemas causados por ela mesma, as motos em si são boas. Recebessem a quantidade de óleo correta e no caso da kansas, o quadro reforçado, não fariam feio no mercado.

Só o fato de contarem com freio a disco enquanto hondas e yamahas empurram aqueles trambolho com freio a tambor já seria um grande diferencial.


Dan,

sobre algumas motos terem desempenho tão diferente umas das outras, desconfio que tenham sido vítim,as da relação incorreta, mesmo coisa que aconteceu com a minha aqui em Floripa.

Uma relação incorreta mata a moto, que não desenvolve o que poderia e só faz o motor ficar gritando. Tenho encontrado relação de speed sendo vendida como original para kansas, não duvido que o contrário possa estar acontecendo. É algo difícil de perceber, só contando o número de dentes da coroa.

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Dan Floripa em Qua Mar 14, 2012 2:00 pm

jeff escreveu:Jorge,

Se tirar o balanceiro, é provável que vibre mais que uma cg. E será necessário compensar o nível do óleo, que terá de preencher o espaço hoje ocupado pelo eixo balanceiro.

Não recomendo mesmo.

E a quantidade de reclamações sobre kansas e speeds só acontece porque a empresa insiste em não resolver os problemas causados por ela mesma, as motos em si são boas. Recebessem a quantidade de óleo correta e no caso da kansas, o quadro reforçado, não fariam feio no mercado.

Só o fato de contarem com freio a disco enquanto hondas e yamahas empurram aqueles trambolho com freio a tambor já seria um grande diferencial.


Dan,

sobre algumas motos terem desempenho tão diferente umas das outras, desconfio que tenham sido vítim,as da relação incorreta, mesmo coisa que aconteceu com a minha aqui em Floripa.

Uma relação incorreta mata a moto, que não desenvolve o que poderia e só faz o motor ficar gritando. Tenho encontrado relação de speed sendo vendida como original para kansas, não duvido que o contrário possa estar acontecendo. É algo difícil de perceber, só contando o número de dentes da coroa.

Um abraço,

Jeff

Pode ser isso sim Jeff, mas para ter certeza só mesmo conferindo a quantidade de dentes da coroa e do pinhão, alguém se habilita???? affraid

Dan Floripa
Guru
Guru

Número de Mensagens : 4109
Idade : 36
Localização : Florianópolis
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 27/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  ALLT em Qui Mar 15, 2012 2:40 am

[quote="jeff"]Olha, Jorge,

Com a riva você não fica pra trás não, isso eu comprovei no test drive. A motinho não fica devendo nada, ainda mais pelo preço que estão pedindo.

Mas isso de esperar desempenho em função da cilindrada é enganoso pelo seguinte:

A cg é uma 125 de comando no cilindro, varetado e sem balanceiro. Anda mais do que a kansas, que é 150, também de motor varetado, mas que tem balanceiro e por isso vibra menos. Parte da potência é consumida ali.

E sendo uma 150, a kansas anda menos que a nova titan, que também tem balanceiro, mas usa comando roletado no cabeçote, acionado por corrente.

Então é necessário considerar outros fatores do motor e da moto, e não apenas a cilindrada de cada um.

Um abraço,

Jeff

[/quote]

Jeff, esqueceu de dizer q os motores varetados, todos eles, tem uma durabilidade maior comprovada, no entanto, as primeiras Cgs 125, q eram varetadas, ficaram famosas pela durabilidade dos motores. Nao eh regra, mas muitos motores diesel tbm sao varetados, por serem de baixa rotaçao, isso nao muda no desempenho, mas sim, aumenta a durabilidade...

ALLT
Forista
Forista

Número de Mensagens : 461
Idade : 29
Localização : Sorocaba - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 05/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Qui Mar 15, 2012 4:56 am

O que pode afetar a durabilidade dos motores com comando por corrente é justamente a manutenção preventiva. Enquanto as varetas apresentam desgaste mínimo, e quando se desgastam é muito fácil trocá-las (não é preciso abrir todo o motor).

Já o comando por corrente envolve o ajuste periódico do tensor da corrente de comando. O pessoal descuida do nível do óleo, não vai lembrar nunca de fazer esse ajuste e a troca periódica das guias da corrente.... só por isso que os varetados são mais duráveis.

Se o pessoal fizesse a manutenção como se deve, trocando as peças antes de elas darem problemas, os motores com comando por corrente não ficariam devendo nada aos varetados.

Mas isso aqui, ô, ô....

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Dan Floripa em Qui Mar 15, 2012 11:10 am

ALLT escreveu:
jeff escreveu:Olha, Jorge,

Com a riva você não fica pra trás não, isso eu comprovei no test drive. A motinho não fica devendo nada, ainda mais pelo preço que estão pedindo.

Mas isso de esperar desempenho em função da cilindrada é enganoso pelo seguinte:

A cg é uma 125 de comando no cilindro, varetado e sem balanceiro. Anda mais do que a kansas, que é 150, também de motor varetado, mas que tem balanceiro e por isso vibra menos. Parte da potência é consumida ali.

E sendo uma 150, a kansas anda menos que a nova titan, que também tem balanceiro, mas usa comando roletado no cabeçote, acionado por corrente.

Então é necessário considerar outros fatores do motor e da moto, e não apenas a cilindrada de cada um.

Um abraço,

Jeff


Jeff, esqueceu de dizer q os motores varetados, todos eles, tem uma durabilidade maior comprovada, no entanto, as primeiras Cgs 125, q eram varetadas, ficaram famosas pela durabilidade dos motores. Nao eh regra, mas muitos motores diesel tbm sao varetados, por serem de baixa rotaçao, isso nao muda no desempenho, mas sim, aumenta a durabilidade...


O balanceiro (ou amortecedor de massa) não faz o motor perder potência, apenas torna mais lenta a subida de rpm em retomadas e em acelerações. É muito comum em carros de arrancada aliviaram o peso do volante do motor para fazer o motor subir rpm mais facilmente. Você pode fazer isso no seu carro/moto, porém assim como o motor sobe rpm mais facilmente, baixará rpm facilmente em qualquer subida.

Abraço!

Dan.

Dan Floripa
Guru
Guru

Número de Mensagens : 4109
Idade : 36
Localização : Florianópolis
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 27/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  jeff em Qui Mar 15, 2012 11:20 am

Ah, quer dizer então que os rolamentos do balanceiro não têm atrito, hã?

E que acelerar uma massa não consome energia nenhuma, né?

Sei não...

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.

jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 55
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: test drive da riva

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:33 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum