FÓRUM MOTOS DAFRA
Seja bem-vindo ao maior fórum aberto sobre as motos Dafra. Junte-se conosco e venha participar, tirar dúvidas e resolver problemas.
Clique em Registrar-se.
Obrigado!
Equipe do Fórum Motos Dafra

Alguma coisa está fora da ordem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  jeff em Sab Jun 29, 2013 11:23 am



Se alguém mais além de mim acha que há alguma coisa errada com a foto acima, comente aqui.

Num momento em que vemos a moçada se matando a torto e a direito no trânsito, e a moto aparecendo como vilã causadora do problema por uma sociedade que não foi educada e não sabe e não se preocupa em educar os próprios filhos, jogando nas costas dos professores uma responsabilidade que não é deles, será que esse é o momento de lançar uma categoria de competição visando menores de idade?

Tudo bem, esses pré-adolescentes aí da foto terão supervisão e acompanhamento, aulas de segurança, pilotagem defensiva, etc.

Mas o que os outros milhões de brasileirozinhos vão fazer ao tomarem conhecimento dessa categoria?

Já vemos a molecada fazendo o que não pode para envenenar suas motos, se arriscando e colocando as vidas de outros em risco.

No meu entender, essa nova categoria somente servirá de estímulo para que mais menores se matem tentando pilotar motos que eles não têm estrutura física e discernimento, no meio do trânsito das cidades (porque autódromo é só para quem pode).

Não entendo como uma empresa pode ter um discurso sobre segurança da motocicleta e embarcar nesse tipo de campanha publicitária temerária.

Porque essas competições só servirão para uma coisa: publicidade.  

Pesquisa tecnológica é feita com as 1000, não com as 150.

Um abraço,

Jeff
PS: A honda faz o discurso da segurança nas motocicletas, mas continua oferecendo ao público motos inerentemente inseguras por conta dos freios a tambor. Seria muito melhor se o discurso desse lugar à ação, passando a ofertar somente motos com freios a disco. De 12 tombos, caí umas 8 vezes por conta dos freios da minha primeira moto, e apenas 2 vezes com minha atual com freios a disco. Ainda assim, desses 2 caí uma única vez por conta dos freios, e somente porque usei sapatas não originais. A honda devia fazer a lição de casa antes de sugerir para a garotada dar uma de Valentino Rossi.

PS2: A dafra até hoje não convocou o recall das kansas 2008/2009 que estão quebrando o quadro e tenta mascarar o fato de que recomenda uma quantidade insuficiente de óleo nos motores de kansas e speeds. Postado apenas para não perder o hábito.

Fonte: http://g1.globo.com/carros/motos/noticia/2013/06/honda-cria-versao-esportiva-da-utilitaria-cg-150-titan.html

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Sab Jun 29, 2013 3:06 pm

jeff escreveu:
...
PS2: A dafra até hoje não convocou o recall das kansas 2008/2009 que estão quebrando o quadro e tenta mascarar o fato de que recomenda uma quantidade insuficiente de óleo nos motores de kansas e speeds. Postado apenas para não perder o hábito.
...
Já estava me perguntando o que isso tinha a ver com a história kkkkkk

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Sab Jun 29, 2013 4:53 pm

jeff escreveu:

Se alguém mais além de mim acha que há alguma coisa errada com a foto acima, comente aqui.
...
O terceito moleque tem cara de quem joga bolinha de gude no tapete.
O quarto deve ter nascido de cesaria (caso contrário o pai dele deve odiá-lo).
O quinto tem cara de quem deveria estar em campeonato de xadrez ou matemática.

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Sab Jun 29, 2013 4:58 pm

É relativo.
Talvez isso renda melhorias nos motores de baixa cc, que já não é fraco para a categoria.

Um ponto abordado foi que houve melhoria em freio, mas quem pensa em melhorar o freio quando mexe em carro ou moto?

Sei lá, acho que isso não piora muito o cenário de molecada babaca não, pois hoje em dia a molecada molha a cueca com qualquer merba que corra.


Pode por mais fogo sim, da mesma forma que o filme "velozes e furiosos".

Quanto a moto vir com opcional de disco na frente, ou existir modelo que nem opcional tem, eu nem consideraria como opção, consideraria que o preço dela é o da versão com freio a disco ou quando muito colocaria um freio a disco a parte, e já consideraria o custo dessa alteração também (se é que compensa) na hora de comparar. Se bem que a Titan. que é a moto utilizada nesse evento o opcional é a roda de liga leve.

Se o opcional fosse o traseiro com ABS como é na Shadow o papo seria outro, seria um item a mais de segurança, mas que dá pra viver sem.

Freio a disco simples é barato, eu paguei pouco mais de 100 reais no kit pinça e disco de yes para colocar na trudinha. Tanto que a diferença na Bros é de 300 reais. Considero uma diferença justa, (já o preço do resto da moto não), pra quem vai dar 9 conto numa 150 e regular 300 reais num item de segurança é pra enfiar a cara no poste mesmo. Esse é o valor de um capacete legal ou uma boa jaqueta, com a diferença que nem o capacete nem a jaqueta você parcela em 48 vezes junto com a moto. Por outro lado, não existe versão da cargo com freio a disco e isso eu acho zuado mesmo.

Primeiro pq a cargo é pra motoboy, eles precisam de freio.
Segundo pq se o motoboy estiver de olho na segurança vai começar a olhar para a Riva cargo ou para a Yes, que não possui versão cargo, outro grande ato de visão do JT. Tiro no pé.
Terceiro pq o negócio é barato e a moto da Honda já é cara, se o sujeito está aceitando pagar caro por um produto que ele confia, não são 300 paus a mais que farão com que ele desista.
Deveria embutir logo o valor como as outras fazem e acabou, isso inclusive melhoraria logística.

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  jeff em Sab Jun 29, 2013 5:38 pm

Parar de oferecer motos a tambor é o que defendo. As motos mais vendidas, fan e titan, têm opção de freio a disco, tinha que parar de oferecer freio a tambor e ponto final. Ia morrer menos gente. E na cargo, então.... nem se discute, freio a disco e ponto final.

Agora quero ver com que cara a honda vai ficar se Deus nos livre acontecer um Deus nos livre numa corrida dessas.

"Eles vão correr em pista, com área de escape e toda a segurança."

Toda a segurança o CA RA OHL!

Essa molecada vai disputar curva, basta um cair e quem vier atrás passa por cima. Isso acontece até em corrida de kart, não dá para impedir, faz parte das regras do jogo.

Essa gurizada tem noção do risco que estará correndo? Essa petizada tem condição de decidir se vale a pena de adquirir uma cadeira de rodas pro resto da vida porque seus pais e as autoridades competentes (por que eu insisto em fazer de conta que isso existe?) foram negligentes?

O negócio é rezar para que o Deus nos livre não aconteça.

Ultimamente ando cada vez mais religioso, Deus é a única opção que sobrou pra o povo brasileiro.

Entro todo dia no Sábado Qualquer.



Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Dom Jul 07, 2013 12:39 pm

Por coincidência apareceu esse vídeo no meu caminho:

E me dei conta de que a Super 100 e a finada Hunter 100 também são a tambor.
Além da Super 100, a Biz 100, uma versão da Biz 125, a Pop, uma versão da Cripton 115, a Suzukinha GS120, as 50cc e as mobiletes também são freio a tambor.
Além dessas, o Scooter elétrico da Kasinski também é a tambor, mas atinge incríveis 35 km/h. Já a CUB elétrica, também com freio a tambor atinge 60 km/h, que deve ser equivalente as 50 cc.

Até a Win 110 é disco na dianteira, e olha que é algo equivalente a o que? Uma Biz?
Por falar na Biz, olha só, a Biz 100 custa R$ 4.790 na versão KS e R$ 5.290,00 na versão com partida elétrica.

Peraí!

A Win110 com já com partida elétrica e freio a disco custa R$ 4.390,00, 900 paus mais barato e R$400,00 mais barato que a versão KS.

A Cripton 115 ED de menina custa R$ 5.550,00, com freio a disco e partida elétrica, R$260,00 mais cara, mas tem freio a disco.

O valor de uma carta de crédito de uma Yes 125 é R$ R$5.890,00, já com partida elétrica, freio a disco e motor mais forte.
R$600,00 de diferença pra mais.

Se comparar com a Intruder são R$400,00.

Com a Kansas ou Mirage 150 são R$ 300,00.

Com a Speed são R$400,00 que você economiza, ou com mais 100 a mais em relação a KS. Mesmo pacote das anteriores.

A Zig custa R$ 750,00 a menos, já com partida elétrica e freio a disco e R$250,00 a menos que a versão KS.

A Cripton K que é equivalente nos quesitos que estou comparando, custa R$4.270,00, R$520 a menos que a versão KS.

Diante desses dados, me pergunto:
Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  Dan Floripa em Dom Jul 07, 2013 12:50 pm

L340 escreveu:Por coincidência apareceu esse vídeo no meu caminho:

E me dei conta de que a Super 100 e a finada Hunter 100 também são a tambor.
Além da Super 100, a Biz 100, uma versão da Biz 125, a Pop, uma versão da Cripton 115, a Suzukinha GS120, as 50cc e as mobiletes também são freio a tambor.
Além dessas, o Scooter elétrico da Kasinski também é a tambor, mas atinge incríveis 35 km/h. Já a CUB elétrica, também com freio a tambor atinge 60 km/h, que deve ser equivalente as 50 cc.

Até a Win 110 é disco na dianteira, e olha que é algo equivalente a o que? Uma Biz?
Por falar na Biz, olha só, a Biz 100 custa R$ 4.790 na versão KS e R$ 5.290,00 na versão com partida elétrica.

Peraí!

A Win110 com já com partida elétrica e freio a disco custa R$ 4.390,00, 900 paus mais barato e R$400,00 mais barato que a versão KS.

A Cripton 115 ED de menina custa R$ 5.550,00, com freio a disco e partida elétrica, R$260,00 mais cara, mas tem freio a disco.

O valor de uma carta de crédito de uma Yes 125 é R$ R$5.890,00, já com partida elétrica, freio a disco e motor mais forte.
R$600,00 de diferença pra mais.

Se comparar com a Intruder são R$400,00.

Com a Kansas ou Mirage 150 são R$ 300,00.

Com a Speed são R$400,00 que você economiza, ou com mais 100 a mais em relação a KS. Mesmo pacote das anteriores.

A Zig custa R$ 750,00 a menos, já com partida elétrica e freio a disco e R$250,00 a menos que a versão KS.

A Cripton K que é equivalente nos quesitos que estou comparando, custa R$4.270,00, R$520 a menos que a versão KS.

Diante desses dados, me pergunto:
Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx

Usou o conceito "Honda é Honda" e o povo acredita!!!!
avatar
Dan Floripa
Guru
Guru

Número de Mensagens : 4109
Idade : 37
Localização : Florianópolis
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 27/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Dom Jul 07, 2013 12:53 pm

Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:Por coincidência apareceu esse vídeo no meu caminho:

E me dei conta de que a Super 100 e a finada Hunter 100 também são a tambor.
Além da Super 100, a Biz 100, uma versão da Biz 125, a Pop, uma versão da Cripton 115, a Suzukinha GS120, as 50cc e as mobiletes também são freio a tambor.
Além dessas, o Scooter elétrico da Kasinski também é a tambor, mas atinge incríveis 35 km/h. Já a CUB elétrica, também com freio a tambor atinge 60 km/h, que deve ser equivalente as 50 cc.

Até a Win 110 é disco na dianteira, e olha que é algo equivalente a o que? Uma Biz?
Por falar na Biz, olha só, a Biz 100 custa R$ 4.790 na versão KS e R$ 5.290,00 na versão com partida elétrica.

Peraí!

A Win110 com já com partida elétrica e freio a disco custa R$ 4.390,00, 900 paus mais barato e R$400,00 mais barato que a versão KS.

A Cripton 115 ED de menina custa R$ 5.550,00, com freio a disco e partida elétrica, R$260,00 mais cara, mas tem freio a disco.

O valor de uma carta de crédito de uma Yes 125 é R$ R$5.890,00, já com partida elétrica, freio a disco e motor mais forte.
R$600,00 de diferença pra mais.

Se comparar com a Intruder são R$400,00.

Com a Kansas ou Mirage 150 são R$ 300,00.

Com a Speed são R$400,00 que você economiza, ou com mais 100 a mais em relação a KS. Mesmo pacote das anteriores.

A Zig custa R$ 750,00 a menos, já com partida elétrica e freio a disco e R$250,00 a menos que a versão KS.

A Cripton K que é equivalente nos quesitos que estou comparando, custa R$4.270,00, R$520 a menos que a versão KS.

Diante desses dados, me pergunto:
Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx

Usou o conceito "Honda é Honda" e o povo acredita!!!!
Exatamente, mas pq não usou a confiabilidade que a fama tem no mercado para justificar o preço?
seria mais honesto.

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  Dan Floripa em Dom Jul 07, 2013 1:04 pm

L340 escreveu:
Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:Por coincidência apareceu esse vídeo no meu caminho:

E me dei conta de que a Super 100 e a finada Hunter 100 também são a tambor.
Além da Super 100, a Biz 100, uma versão da Biz 125, a Pop, uma versão da Cripton 115, a Suzukinha GS120, as 50cc e as mobiletes também são freio a tambor.
Além dessas, o Scooter elétrico da Kasinski também é a tambor, mas atinge incríveis 35 km/h. Já a CUB elétrica, também com freio a tambor atinge 60 km/h, que deve ser equivalente as 50 cc.

Até a Win 110 é disco na dianteira, e olha que é algo equivalente a o que? Uma Biz?
Por falar na Biz, olha só, a Biz 100 custa R$ 4.790 na versão KS e R$ 5.290,00 na versão com partida elétrica.

Peraí!

A Win110 com já com partida elétrica e freio a disco custa R$ 4.390,00, 900 paus mais barato e R$400,00 mais barato que a versão KS.

A Cripton 115 ED de menina custa R$ 5.550,00, com freio a disco e partida elétrica, R$260,00 mais cara, mas tem freio a disco.

O valor de uma carta de crédito de uma Yes 125 é R$ R$5.890,00, já com partida elétrica, freio a disco e motor mais forte.
R$600,00 de diferença pra mais.

Se comparar com a Intruder são R$400,00.

Com a Kansas ou Mirage 150 são R$ 300,00.

Com a Speed são R$400,00 que você economiza, ou com mais 100 a mais em relação a KS. Mesmo pacote das anteriores.

A Zig custa R$ 750,00 a menos, já com partida elétrica e freio a disco e R$250,00 a menos que a versão KS.

A Cripton K que é equivalente nos quesitos que estou comparando, custa R$4.270,00, R$520 a menos que a versão KS.

Diante desses dados, me pergunto:
Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx

Usou o conceito "Honda é Honda" e o povo acredita!!!!
Exatamente, mas pq não usou a confiabilidade que a fama tem no mercado para justificar o preço?
seria mais honesto.

Honesto? Cara me diga uma empresa séria e honesta que tenha aqui no Brasil? Aqui só tem empresas exploradoras!
avatar
Dan Floripa
Guru
Guru

Número de Mensagens : 4109
Idade : 37
Localização : Florianópolis
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 27/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Dom Jul 07, 2013 1:23 pm

Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:
Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:Por coincidência apareceu esse vídeo no meu caminho:

E me dei conta de que a Super 100 e a finada Hunter 100 também são a tambor.
Além da Super 100, a Biz 100, uma versão da Biz 125, a Pop, uma versão da Cripton 115, a Suzukinha GS120, as 50cc e as mobiletes também são freio a tambor.
Além dessas, o Scooter elétrico da Kasinski também é a tambor, mas atinge incríveis 35 km/h. Já a CUB elétrica, também com freio a tambor atinge 60 km/h, que deve ser equivalente as 50 cc.

Até a Win 110 é disco na dianteira, e olha que é algo equivalente a o que? Uma Biz?
Por falar na Biz, olha só, a Biz 100 custa R$ 4.790 na versão KS e R$ 5.290,00 na versão com partida elétrica.

Peraí!

A Win110 com já com partida elétrica e freio a disco custa R$ 4.390,00, 900 paus mais barato e R$400,00 mais barato que a versão KS.

A Cripton 115 ED de menina custa R$ 5.550,00, com freio a disco e partida elétrica, R$260,00 mais cara, mas tem freio a disco.

O valor de uma carta de crédito de uma Yes 125 é R$ R$5.890,00, já com partida elétrica, freio a disco e motor mais forte.
R$600,00 de diferença pra mais.

Se comparar com a Intruder são R$400,00.

Com a Kansas ou Mirage 150 são R$ 300,00.

Com a Speed são R$400,00 que você economiza, ou com mais 100 a mais em relação a KS. Mesmo pacote das anteriores.

A Zig custa R$ 750,00 a menos, já com partida elétrica e freio a disco e R$250,00 a menos que a versão KS.

A Cripton K que é equivalente nos quesitos que estou comparando, custa R$4.270,00, R$520 a menos que a versão KS.

Diante desses dados, me pergunto:
Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx

Usou o conceito "Honda é Honda" e o povo acredita!!!!
Exatamente, mas pq não usou a confiabilidade que a fama tem no mercado para justificar o preço?
seria mais honesto.

Honesto? Cara me diga uma empresa séria e honesta que tenha aqui no Brasil? Aqui só tem empresas exploradoras!
Me referia a honestidade de uma forma não tão apropriada com a palavra em si, era mais relacionado com não tentar dizer que o céu é cor de rosa ou que chão é um ótimo lugar para pendurar um quadro. mais ou menos como não ir em rede nacional dizer que o Brasileira está protestando pq a vida dele melhorou e agora ele quer mais.
Nesse país tudo é desonesto, é como dizia o Gentili,
"Em todo país capitalista você é roubado por um grupo de empresários, num país socialista você é roubado por um grupo de governantes, no Brasil você é roubado pelos dois, os dois se uniram para te roubar."
"O que um liberal quer? Que o capitalismo domine. O que um eleitor socialista quer? Que o socialismo domine. Meu sonho é ser roubado por um lado só"


_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  Dan Floripa em Dom Jul 07, 2013 1:25 pm

L340 escreveu:
Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:
Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:Por coincidência apareceu esse vídeo no meu caminho:

E me dei conta de que a Super 100 e a finada Hunter 100 também são a tambor.
Além da Super 100, a Biz 100, uma versão da Biz 125, a Pop, uma versão da Cripton 115, a Suzukinha GS120, as 50cc e as mobiletes também são freio a tambor.
Além dessas, o Scooter elétrico da Kasinski também é a tambor, mas atinge incríveis 35 km/h. Já a CUB elétrica, também com freio a tambor atinge 60 km/h, que deve ser equivalente as 50 cc.

Até a Win 110 é disco na dianteira, e olha que é algo equivalente a o que? Uma Biz?
Por falar na Biz, olha só, a Biz 100 custa R$ 4.790 na versão KS e R$ 5.290,00 na versão com partida elétrica.

Peraí!

A Win110 com já com partida elétrica e freio a disco custa R$ 4.390,00, 900 paus mais barato e R$400,00 mais barato que a versão KS.

A Cripton 115 ED de menina custa R$ 5.550,00, com freio a disco e partida elétrica, R$260,00 mais cara, mas tem freio a disco.

O valor de uma carta de crédito de uma Yes 125 é R$ R$5.890,00, já com partida elétrica, freio a disco e motor mais forte.
R$600,00 de diferença pra mais.

Se comparar com a Intruder são R$400,00.

Com a Kansas ou Mirage 150 são R$ 300,00.

Com a Speed são R$400,00 que você economiza, ou com mais 100 a mais em relação a KS. Mesmo pacote das anteriores.

A Zig custa R$ 750,00 a menos, já com partida elétrica e freio a disco e R$250,00 a menos que a versão KS.

A Cripton K que é equivalente nos quesitos que estou comparando, custa R$4.270,00, R$520 a menos que a versão KS.

Diante desses dados, me pergunto:
Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx

Usou o conceito "Honda é Honda" e o povo acredita!!!!
Exatamente, mas pq não usou a confiabilidade que a fama tem no mercado para justificar o preço?
seria mais honesto.

Honesto? Cara me diga uma empresa séria e honesta que tenha aqui no Brasil? Aqui só tem empresas exploradoras!
Me referia a honestidade de uma forma não tão apropriada com a palavra em si, era mais relacionado com não tentar dizer que o céu é cor de rosa ou que chão é um ótimo lugar para pendurar um quadro. mais ou menos como não ir em rede nacional dizer que o Brasileira está protestando pq a vida dele melhorou e agora ele quer mais.
Nesse país tudo é desonesto, é como dizia o Gentili,
"Em todo país capitalista você é roubado por um grupo de empresários, num país socialista você é roubado por um grupo de governantes, no Brasil você é roubado pelos dois, os dois se uniram para te roubar."
"O que um liberal quer? Que o capitalismo domine. O que um eleitor socialista quer? Que o socialismo domine. Meu sonho é ser roubado por um lado só"



O meu sonho é poder caçá-los!Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil 
avatar
Dan Floripa
Guru
Guru

Número de Mensagens : 4109
Idade : 37
Localização : Florianópolis
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 27/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Dom Jul 07, 2013 1:44 pm

Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:
Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:
Dan Floripa escreveu:
L340 escreveu:Por coincidência apareceu esse vídeo no meu caminho:

E me dei conta de que a Super 100 e a finada Hunter 100 também são a tambor.
Além da Super 100, a Biz 100, uma versão da Biz 125, a Pop, uma versão da Cripton 115, a Suzukinha GS120, as 50cc e as mobiletes também são freio a tambor.
Além dessas, o Scooter elétrico da Kasinski também é a tambor, mas atinge incríveis 35 km/h. Já a CUB elétrica, também com freio a tambor atinge 60 km/h, que deve ser equivalente as 50 cc.

Até a Win 110 é disco na dianteira, e olha que é algo equivalente a o que? Uma Biz?
Por falar na Biz, olha só, a Biz 100 custa R$ 4.790 na versão KS e R$ 5.290,00 na versão com partida elétrica.

Peraí!

A Win110 com já com partida elétrica e freio a disco custa R$ 4.390,00, 900 paus mais barato e R$400,00 mais barato que a versão KS.

A Cripton 115 ED de menina custa R$ 5.550,00, com freio a disco e partida elétrica, R$260,00 mais cara, mas tem freio a disco.

O valor de uma carta de crédito de uma Yes 125 é R$ R$5.890,00, já com partida elétrica, freio a disco e motor mais forte.
R$600,00 de diferença pra mais.

Se comparar com a Intruder são R$400,00.

Com a Kansas ou Mirage 150 são R$ 300,00.

Com a Speed são R$400,00 que você economiza, ou com mais 100 a mais em relação a KS. Mesmo pacote das anteriores.

A Zig custa R$ 750,00 a menos, já com partida elétrica e freio a disco e R$250,00 a menos que a versão KS.

A Cripton K que é equivalente nos quesitos que estou comparando, custa R$4.270,00, R$520 a menos que a versão KS.

Diante desses dados, me pergunto:
Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx

Usou o conceito "Honda é Honda" e o povo acredita!!!!
Exatamente, mas pq não usou a confiabilidade que a fama tem no mercado para justificar o preço?
seria mais honesto.

Honesto? Cara me diga uma empresa séria e honesta que tenha aqui no Brasil? Aqui só tem empresas exploradoras!
Me referia a honestidade de uma forma não tão apropriada com a palavra em si, era mais relacionado com não tentar dizer que o céu é cor de rosa ou que chão é um ótimo lugar para pendurar um quadro. mais ou menos como não ir em rede nacional dizer que o Brasileira está protestando pq a vida dele melhorou e agora ele quer mais.
Nesse país tudo é desonesto, é como dizia o Gentili,
"Em todo país capitalista você é roubado por um grupo de empresários, num país socialista você é roubado por um grupo de governantes, no Brasil você é roubado pelos dois, os dois se uniram para te roubar."
"O que um liberal quer? Que o capitalismo domine. O que um eleitor socialista quer? Que o socialismo domine. Meu sonho é ser roubado por um lado só"



O meu sonho é poder caçá-los!Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil 

kkkkk

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  Bailarino em Dom Jul 07, 2013 2:07 pm

L340 escreveu:Por coincidência apareceu esse vídeo no meu caminho:

E me dei conta de que a Super 100 e a finada Hunter 100 também são a tambor.
Além da Super 100, a Biz 100, uma versão da Biz 125, a Pop, uma versão da Cripton 115, a Suzukinha GS120, as 50cc e as mobiletes também são freio a tambor.
Além dessas, o Scooter elétrico da Kasinski também é a tambor, mas atinge incríveis 35 km/h. Já a CUB elétrica, também com freio a tambor atinge 60 km/h, que deve ser equivalente as 50 cc.

Até a Win 110 é disco na dianteira, e olha que é algo equivalente a o que? Uma Biz?
Por falar na Biz, olha só, a Biz 100 custa R$ 4.790 na versão KS e R$ 5.290,00 na versão com partida elétrica.

Peraí!

A Win110 com já com partida elétrica e freio a disco custa R$ 4.390,00, 900 paus mais barato e R$400,00 mais barato que a versão KS.

A Cripton 115 ED de menina custa R$ 5.550,00, com freio a disco e partida elétrica, R$260,00 mais cara, mas tem freio a disco.

O valor de uma carta de crédito de uma Yes 125 é R$ R$5.890,00, já com partida elétrica, freio a disco e motor mais forte.
R$600,00 de diferença pra mais.

Se comparar com a Intruder são R$400,00.

Com a Kansas ou Mirage 150 são R$ 300,00.

Com a Speed são R$400,00 que você economiza, ou com mais 100 a mais em relação a KS. Mesmo pacote das anteriores.

A Zig custa R$ 750,00 a menos, já com partida elétrica e freio a disco e R$250,00 a menos que a versão KS.

A Cripton K que é equivalente nos quesitos que estou comparando, custa R$4.270,00, R$520 a menos que a versão KS.

Diante desses dados, me pergunto:
Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx


Suzuki ta dando bonus de mil

tem GSR150 por 5800 e yes125 por 5mil

_________________
Exclamation  Exclamation  Exclamation   FIFA! Vai tomar no Fuleco!   Exclamation Exclamation  Exclamation

Copa 2014 custará mais caro que as 3 últimas juntas
avatar
Bailarino
Forista
Forista

Número de Mensagens : 183
Idade : 39
Moto : Outra marca ou ainda não tenho
Data de inscrição : 03/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  jeff em Seg Jul 08, 2013 9:21 am

Esse filminho é muito didático, demonstra duas coisas que eu sempre falo:

O nível de óleo

Ops, não era isso...

O freio a tambor é potencialmente mortífero, e é fundamental conhecer os limites da moto para saber o que ela vai fazer em situações extremas.

Por coincidência no filme era uma dafra, mas tudo que ele disse poderia ser dito para qualquer moto com freio a tambor, e nessa (falta de) categoria se encaixam a imensa maioria das motos populares da honda e yamaha, que juntas formam 95% do mercado.

Continuar a oferecer ao mercado motos inseguras é desrespeito e descaso com os consumidores. Entre no site da honda na Tailândia e você verá que até os ciclomotores são oferecidos somente com freio a disco:

http://world.honda.com/NSC110/

http://world.honda.com/SH125i-SH150i/

Freio a tambor somente para os modelinhos que não passam de 60 km/h. Ou para o mercado brasileiro em qualquer categoria.

Isso é uma vergonha para o Brasil.

Ah, esqueci que este é um país sem vergonha de ser humilhado.

Pelo menos por enquanto.

Parece que estava acordando, mas aí acabou a copinha....

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Seg Jul 08, 2013 9:47 pm

jeff escreveu:Esse filminho é muito didático, demonstra duas coisas que eu sempre falo:

O nível de óleo

Ops, não era isso...

O freio a tambor é potencialmente mortífero, e é fundamental conhecer os limites da moto para saber o que ela vai fazer em situações extremas.

Por coincidência no filme era uma dafra, mas tudo que ele disse poderia ser dito para qualquer moto com freio a tambor, e nessa (falta de) categoria se encaixam a imensa maioria das motos populares da honda e yamaha, que juntas formam 95% do mercado.

Continuar a oferecer ao mercado motos inseguras é desrespeito e descaso com os consumidores. Entre no site da honda na Tailândia e você verá que até os ciclomotores são oferecidos somente com freio a disco:

http://world.honda.com/NSC110/

http://world.honda.com/SH125i-SH150i/

Freio a tambor somente para os modelinhos que não passam de 60 km/h. Ou para o mercado brasileiro em qualquer categoria.

Isso é uma vergonha para o Brasil.

Ah, esqueci que este é um país sem vergonha de ser humilhado.

Pelo menos por enquanto.

Parece que estava acordando, mas aí acabou a copinha....

Um abraço,

Jeff
Sabe o que é triste?
É que tem aquele "fio dp" que compra a tal da Homba com tamborzão e sai estufando o peito como se tivesse "A Moto".
Diante disso, o consumidor também é culpado por isso, pq compra.
Se as motos com freio a tambor encalhasse, já teriam tirado do mercado.
É mais ou menos na linha de raciocínio daquele post (que não terminei de escrever Embarassed  ) sobre o cerol: O maior responsável pela sua segurança é você mesmo.
E o mesmo raciocínio vale para o nível do óleo, se você não sabe, está sendo enganado, mas a partir do momento que sabe e não toma as devidas precauções, é cúmplice do próprio assassinato.

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  jeff em Ter Jul 09, 2013 10:09 am

Disse bem.

Uma vez questionei uma vendedora numa concessionária honda sobre essa questão do freio a tambor/freio a disco.

Ela disse que os clientes optam por comprar a moto com freio a tambor porque têm medo de capotar a moto numa frenagem.

Ou porque não usam o freio dianteiro, foi o que "aprenderam" na moto-escola.

O que ela não disse é que também é porque é mais barato, quando o decente para uma empresa que fala em "segurança, segurança" seria parar de vender máquinas inerentemente inseguras.

Por isso que montei o blog minha primeira moto, para tentar atingir um público maior do que apenas os frequentadores do fórum de uma única marca com pequena participação de mercado.

Quanto mais pessoas forem conscientizadas dessas verdades que os fabricantes não se interessam em divulgar, menos riscos estarão correndo.

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Ter Jul 09, 2013 3:51 pm

Pois é, mas não acho que o custo seja tão melhor assim, se pararem para analisar, o processo de produção, armazenamento, logística e padronizarem para um item, acabarão reduzindo custos.
Quando você tem muitas versões de um mesmo produto você perde agilidade na linha de produção, você precisa de mais controle, mais interações no sistema, mais programações de testes, mais cadastros, mais focos de problema.
As ching ling já se ligaram nisso, é melhor padronizar tudo com liga leve e freio a disco, ganha o cliente pelo item e o processo de produção fica mais dinâmico.
Do meu ponto de vista é o valor de mercado que muda, nem tanto o do produto.
Não seria o fato de uma moto com tambor ser mais barata de produzir, mas o fato de uma com disco poder ser vendida mais cara.
É igual a teoria da meia entrada no cinema que um amigo me falou certa vez:
O preço do cinema é a meia, quando você não é estudante, paga o dobro.

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  jeff em Ter Jul 09, 2013 4:04 pm

Nós sabemos disso. Mas o povo não sabe e cai que nem pato na lábia deles.

É por isso que eu reclamo, reclamo.

Não é só por 8 cents.

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  Dan Floripa em Qua Jul 10, 2013 10:04 am

L340 escreveu:Pois é, mas não acho que o custo seja tão melhor assim, se pararem para analisar, o processo de produção, armazenamento, logística e padronizarem para um item, acabarão reduzindo custos.
Quando você tem muitas versões de um mesmo produto você perde agilidade na linha de produção, você precisa de mais controle, mais interações no sistema, mais programações de testes, mais cadastros, mais focos de problema.
As ching ling já se ligaram nisso, é melhor padronizar tudo com liga leve e freio a disco, ganha o cliente pelo item e o processo de produção fica mais dinâmico.
Do meu ponto de vista é o valor de mercado que muda, nem tanto o do produto.
Não seria o fato de uma moto com tambor ser mais barata de produzir, mas o fato de uma com disco poder ser vendida mais cara.
É igual a teoria da meia entrada no cinema que um amigo me falou certa vez:
O preço do cinema é a meia, quando você não é estudante, paga o dobro.


Fato!
avatar
Dan Floripa
Guru
Guru

Número de Mensagens : 4109
Idade : 37
Localização : Florianópolis
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 27/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  jeff em Qua Jul 17, 2013 10:30 am

Segue o triste relato do falecimento da pilota Vanessa Daya em decorrência de um acidente durante corrida no autódromo de Brasília.




fonte: http://amigosdavelocidade.uol.com.br/moto-piloto-vanessa-daya-morre-em-brasilia/

A Federação de Motociclismo do Distrito Federal já convocou um investigação as causas do acidente. Segundo a entidade, será analisado o estado de conservação da moto, os equipamentos de segurança pessoal da piloto e as condições da pista.

Meus caros, a Vanessa caiu e a moto capotou em cima dela. Isso se chama acidente de corrida.

Não vi o acidente, pode até ser que tenha alguma coisa para investigar, mas esse discurso está me parecendo mais conversa para boi dormir.

Independente do que causou a queda, o capacete não resistiria ao impacto da moto quicando e caindo em cima. O capacete é feito para aguentar no máximo o impacto do corpo (100 kg). A moto pesa 200 kg. Se a moto quicou e caiu de certa altura, a energia do impacto é maior ainda.

Não tem um mês, o piloto Cristiano Ferreira morreu em outro acidente em Interlagos. Caiu e foi atropelado.

Corridas envolvem riscos como esses.

Mas parece que a honda e a federação de motociclismo não sabem disso, tanto é que colocaram crianças na arena junto com os leões.

Queira Deus que isso não acabe muito mal.

Um abraço,

Jefferson

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  Convidad em Qua Jul 17, 2013 1:15 pm

Opa,

Quem sabe com uma investigação Sherlockiana e mais e mais notícias a respeito gere mais renda a algumas emissoras e demais urubus de plantão. Afinal a mina já morreu mesmo!

Infelizmente assim pensam muitos pelo Brasil a fora.


Abraço,

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  Eliane em Qua Jul 17, 2013 3:21 pm

Brasil, um país irresponsável!!

_________________
POR ISSO QUE EU NÃO ANDO DE BUSÃO!! KKK
avatar
Eliane
Forista
Forista

Número de Mensagens : 124
Idade : 35
Localização : sao bernardo do campo
Moto : Apache 150cc
Data de inscrição : 30/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  jeff em Qua Jul 17, 2013 4:37 pm

L340 escreveu:(...)

Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx
Eles nunca disseram que o melhor custo beneficio era para os consumidores.

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  L340 em Qua Jul 17, 2013 8:58 pm

jeff escreveu:
L340 escreveu:(...)

Qual o conceito que a Honda usou para dizer que a Biz 100 é o melhor custo benefício da categoria?
http://www.honda.com.br/motos/Paginas/Biz100.aspx
Eles nunca disseram que o melhor custo beneficio era para os consumidores.

Um abraço,

Jeff
Tá explicado

_________________
Vinícius Melo - "Gott Weiss Ich Will Kein Engel Sein"
Leão e sua moto
<---- Blogs ---->
Minha Primeira Moto


Minha moto não está suja, é uma película natural de proteção para a pintura que inclusive não gasta água.
avatar
L340
Guru
Guru

Número de Mensagens : 3821
Idade : 35
Localização : Guarulhos - SP
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 07/10/2010

http://leaoesuamoto.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alguma coisa está fora da ordem

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum