FÓRUM MOTOS DAFRA
Seja bem-vindo ao maior fórum aberto sobre as motos Dafra. Junte-se conosco e venha participar, tirar dúvidas e resolver problemas.
Clique em Registrar-se.
Obrigado!
Equipe do Fórum Motos Dafra

MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Mensagem  MARXONLINE em Dom Out 12, 2008 6:45 pm

MINHA SPEED 150 AMARELINHA ESTÁ COM 1000KM, TERÇA FEIRA VAI PRA REVISÃO... NESSES 1000KM RODADOS EM +- 60 DIAS, ALGUNS DEFEITOS APARECERAM, SENDO ELES:

> NUMA BELA NOITE ESTOU RETORNANDO DO TRABALHO E A MOTO SIMPLESMENTE APAGOU TODA!!! POR SORTE ESTAVA PRÓXIMO DE CASA E PEGUEI UNS ATALHOS PRA CHEGAR SEM SER MULTADO... NA MANHÃ SEGUINTE ABRI O COMPARTIMENTO DE FUSÍVEIS E VI QUE ELE ESTAVA TORRADO. COLOQUEI O SUPOSTO FUSÍVEL RESERVA QUE FICA DENTRO DO COMPARTIMENTO E AO LIGAR, QUEIMOU DE NOVO... LEVEI NA AUTORIZADA E DEIXEI LA POR UMAS 4 HORAS... ME DISSERAM QUE APENAS TROCARAM O FUSÍVEL E FICOU BOM... E PARA MINHA SURPRESA DISSERAM QUE OS DOIS FUSÍVEIS ATUAM EM CONJUNTO QUE SOMENTE UM NÃO SUPORTA A CARGA... ENTÃO ME PERGUNTO: PRA QUE DOIS FUSÍVEIS DE 5 AMPÈRES SENDO QUE 1 DE 10 AMPÈRES RESOLVERIA O PROBLEMA?!?!? NÃO FIQUEI CONVENCIDO DISSO... AINDA MAIS SENDO TÉCNICO EM ELETRÔNICA HÁ 20 ANOS... MAS TUDO BEM, NÃO TIVE MAIS PROBLEMAS E A MOTO NÃO FRITOU NADA... TAMBÉM NÃO ABRI O PORTA FUSÍVEL PRA VER O QUE REALMENTE FIZERAM, E PORQUE?!?!? VEJAM O SEGUNDO DEFEITO:

> QUANDO SE RETIRA O BANCO PRA SE TER ACESSO À CAIXA DE FERAMENTAS, É HUMANAMENTE IMPOSSÍVEL ENCAIXAR NOVAMENTE A PARTE DIANTEIRA DO MESMO... RETIREI UMA ÚNICA VEZ E NÃO ME ATREVÍ MAIS A RETIRAR...

> O ESCAPAMENTO QUEIMA O PÉ DOS DESAVISADOS... MEU CUNHADO DESCOBRIU ISSO NO MESMO DIA QUE COMPREI ELA... COMO ELE FOI O SORTUDO EM SE QUEIMAR, NÃO ME ARRISCO A PILOTAR DESCALÇO... MAS MEUS CALÇADOS SOFREM BASTANTE COM O ESCAPAMENTO QUE FICA EXATAMENTE NO CALCANHAR...

> O FREIO A DISCO ESTÁ FAZENDO RUÍDO QUANDO É ACIONADO... SEMPRE UTILIZEI O FREIO DIANTEIRO NAS MINHAS MOTOS DEIXANDO O TRASEIRO APENAS PRAS EMERGÊNCIAS...

> UM DOS PARAFUSOS DO TANQUE ESTÁ MAL COLOCADO E ESTÁ ENFERRUJADO...

> O MARCADOR DE COMBUSTÍVEL É ENFEITE POIS ENCHO O TANQUE ELE FICA LÁ EM CIMA, DEPOIS DE 150KM RODADOS E 5 LITROS MENOS DE GASOLINA ELA VAI PRAS CUCUIA E NÃO FUNCIONA MAIS... PIOR QUE DESCOBRI ESSA SEMANA QUE A RESERVA NÃO DÁ PRA RODAR NADA... TIVE PANE SECA...

> COM OS DIAS FRIOS ELA É MEIO CHATA PRA LIGAR, SE NÃO ESQUENTAR NÃO ANDA...

> MESMO COM ESSES PROBLEMAS EU ESTOU SATISFEITO COM ELA... RODO POUCO POR DIA, CERCA DE 30KM... E PRA QUEM ESTAVA ANDANDO A PÉ E DE BUSÃO, A DAFRA É A SOLUÇÃO!!! ACHO ELA BONITA E CONFORTÁVEL E NÃO DEIXA NADA À DESEJAR EM RELAÇÃO À HONDA TITAN...

> VOU ESPERAR PASSAR A REVISÃO E VOU DAR UMA MUDADA NO VISUAL DELA, TROCANDO ESCAPAMENTO, RETROVISORES, LÂMPADA DO FAROL...

LUCIANO MARX
MARÍLIA/SP
avatar
MARXONLINE
Novato
Novato

Número de Mensagens : 7
Idade : 44
Localização : Marília/SP
Data de inscrição : 12/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Mensagem  mi_jones em Seg Out 13, 2008 12:09 pm

IAi Marx blzinha?
Isso mesmo que eh uma Dafra, dá seus probleminhas, mas no fim vale a pena ter uma!
Ah! Soh naum esquece de desapertar o CAPS LOCK, (neh Jeff?) pq isso em "forumês" quer dizer que vc ta gritando Wink
avatar
mi_jones
Forista
Forista

Número de Mensagens : 477
Localização : OSASCO
Moto : Speed 150cc
Data de inscrição : 18/06/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Mensagem  jeff em Seg Out 13, 2008 12:46 pm

Bom, vamos ver item por item:

> a moto simplesmente apagou toda!!! abri o compartimento de fusíveis e vi que ele estava torrado. coloquei o suposto fusível reserva que fica dentro do compartimento e ao ligar, queimou de novo...

Normalmente o fusível queima em caso de curto-circuito ou carga excessiva. O primeiro motivo é o mais comum. Trocar o fusível sem eliminar a origem do curto causará uma nova queima. O que não pode acontecer é moto sair da produção com curto-circuito.

levei na autorizada e deixei la por umas 4 horas... me disseram que apenas trocaram o fusível e ficou bom... e para minha surpresa disseram que os dois fusíveis atuam em conjunto que somente um não suporta a carga... então me pergunto: pra que dois fusíveis de 5 ampères sendo que 1 de 10 ampères resolveria o problema?!?!? não fiquei convencido disso...

Nem eu. Eles eliminaram a origem do curto. Não se usa fusíveis em paralelo. Mesmo porque, além de não proteger adequadamente, 2 fusíveis deixariam passar mais de 10 A, porque a corrente em circuitos em paralelo se divide e reduz, como todo técnico sabe. Pisei na bola, veja explicação no post seguinte.

> quando se retira o banco pra se ter acesso à caixa de feramentas, é humanamente impossível encaixar novamente a parte dianteira do mesmo... retirei uma única vez e não me atreví mais a retirar...

Discordo do humanamente impossível... acredito você tenha tido trabalho porque as borrachas ficam soltas e saem do alinhamento, correto? Sugiro colar as borrachas na posição para facilitar futuras remoções, isso ajuda muito na hora de dar um belo trato na moto.


> o escapamento queima o pé dos desavisados... meu cunhado descobriu isso no mesmo dia que comprei ela... como ele foi o sortudo em se queimar, não me arrisco a pilotar descalço... mas meus calçados sofrem bastante com o escapamento que fica exatamente no calcanhar...

Não se pilota moto descalço. A pilotagem de uma moto exige o uso de um calçado adequado, e não é por exigência da lei, mas por segurança própria. Se você está apoiando o salto ou calcanhar no escapamento, está pilotando em posição errada. O salto deve ficar encaixado atrás da pedaleira e o bico da bota deve ficar sobre o pedal do freio, sem apoiar, para diminuir o tempo de reação e proporcionar maior firmeza durante uma frenagem de emergência. Esta informação pode salvar sua vida.


> o freio a disco está fazendo ruído quando é acionado... sempre utilizei o freio dianteiro nas minhas motos deixando o traseiro apenas pras emergências...


Freios a disco costumam chiar devido à dureza da pastilha. Normalmente, isso é resolvido trocando de fabricante. Não sei se já existem pastilhas nacionais alternativas. Assim que tiver, experimente trocar de pastilha.
Além disso, é preferível usar o freio traseiro simultaneamente com o dianteiro, com mais intensidade no dianteiro com pista seca, e o contrário com pista molhada. Você verá que a distância de frenagem irá diminuir ainda mais.


> um dos parafusos do tanque está mal colocado e está enferrujado...

Mal colocado ou mal apertado? Se estiver mal apertado, alguma coisa vai se soltar e dar problema. Tem de ser resolvido, e rápido. Quanto à ferrugem de parafusos, se a Dafra não resolver, fica aqui minha sugestão: Há centenas de fornecedores nacionais de parafusos, é questão de buscar as alternativas corretas e fazer a troca. Dos componentes da moto, os parafusos devem ser os mais baratos e fáceis de trocar. Além das porcas e arruelas.

> o marcador de combustível é enfeite pois encho o tanque ele fica lá em cima, depois de 150km rodados e 5 litros menos de gasolina ela vai pras cucuia e não funciona mais... pior que descobri essa semana que a reserva não dá pra rodar nada... tive pane seca...

Isso foi bastante comentado aqui no fórum. Duvido que seja resolvido a curto prazo (ou seja, durante nossas garantias).

> com os dias frios ela é meio chata pra ligar, se não esquentar não anda...

Isso vale para todas as motos de baixa cilindrada. Aliás, valia para todos os veículos automotores até bem pouco tempo atrás. O uso de novas tecnologias como a injeção eletrônica é que permitiu que automóveis funcionassem muito bem a frio. A nova geração é que está mal acostumada com essas facilidades...

Espero ter ajudado,

Jeff


Última edição por jeff em Qua Out 15, 2008 8:07 am, editado 1 vez(es)

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Mensagem  MARXONLINE em Ter Out 14, 2008 9:44 pm

Primeiramente, me perdoem pelo Caps Lock ativo... Infelizmente é mania minha...

Segundamente, vou responder à algumas respostas, já relatando o que foi feito na revisão dos 1000KM feita hoje...


a moto simplesmente apagou toda!!! abri o compartimento de fusíveis e vi que ele estava torrado. coloquei o suposto fusível reserva que fica dentro do compartimento e ao ligar, queimou de novo...

Normalmente o fusível queima em caso de curto-circuito ou carga excessiva. O primeiro motivo é o mais comum. Trocar o fusível sem eliminar a origem do curto causará uma nova queima. O que não pode acontecer é moto sair da produção com curto-circuito.

Com certeza havia um curto circuito, o que gera uma carga excessiva e queima o filamento do fusível... O curto circuito foi eliminado mas não foi me relatado. Uma coisa que percebi é que sem bateria nem o conta giros funciona... Assim que tiver um tempo vou medir a carga que a moto consome...

levei na autorizada e deixei la por umas 4 horas... me disseram que apenas trocaram o fusível e ficou bom... e para minha surpresa disseram que os dois fusíveis atuam em conjunto que somente um não suporta a carga... então me pergunto: pra que dois fusíveis de 5 ampères sendo que 1 de 10 ampères resolveria o problema?!?!? não fiquei convencido disso...

Nem eu. Eles eliminaram a origem do curto. Não se usa fusíveis em paralelo. Mesmo porque, além de não proteger adequadamente, 2 fusíveis deixariam passar mais de 10 A, porque a corrente em circuitos em paralelo se divide e reduz, como todo técnico sabe.

Se eu coloco dois fusíveis de 5A em série ele queimará quando a corrente exceder os 5A, pois em série, a tensão se divide e a corrente é constante...
Se eu coloco dois fusíveis de 5A em paralelo ele queimará quando a corrente exceder os 10A, pois em paralelo, a tensão é constante e a corrente se divide...
Por isso eu disse que se fosse pra trabalhar com dois de 5A em paralelo, como me relataram na oficina, seria correto colocar apenas um de 10A...


> quando se retira o banco pra se ter acesso à caixa de feramentas, é humanamente impossível encaixar novamente a parte dianteira do mesmo... retirei uma única vez e não me atreví mais a retirar...

Discordo do humanamente impossível... acredito você tenha tido trabalho porque as borrachas ficam soltas e saem do alinhamento, correto? Sugiro colar as borrachas na posição para facilitar futuras remoções, isso ajuda muito na hora de dar um belo trato na moto.

Boa idéia... Vou fazer isso no fim de semana... Aproveito pra dar aquela lavada e encerada...

> o escapamento queima o pé dos desavisados... meu cunhado descobriu isso no mesmo dia que comprei ela... como ele foi o sortudo em se queimar, não me arrisco a pilotar descalço... mas meus calçados sofrem bastante com o escapamento que fica exatamente no calcanhar...

Não se pilota moto descalço. A pilotagem de uma moto exige o uso de um calçado adequado, e não é por exigência da lei, mas por segurança própria. Se você está apoiando o salto ou calcanhar no escapamento, está pilotando em posição errada. O salto deve ficar encaixado atrás da pedaleira e o bico da bota deve ficar sobre o pedal do freio, sem apoiar, para diminuir o tempo de reação e proporcionar maior firmeza durante uma frenagem de emergência. Esta informação pode salvar sua vida.

Pode ser mal posicionamento realmente... Mesmo assim pretendo trocar o escape por um esportivo...

> o freio a disco está fazendo ruído quando é acionado... sempre utilizei o freio dianteiro nas minhas motos deixando o traseiro apenas pras emergências...

Freios a disco costumam chiar devido à dureza da pastilha. Normalmente, isso é resolvido trocando de fabricante. Não sei se já existem pastilhas nacionais alternativas. Assim que tiver, experimente trocar de pastilha.
Além disso, é preferível usar o freio traseiro simultaneamente com o dianteiro, com mais intensidade no dianteiro com pista seca, e o contrário com pista molhada. Você verá que a distância de frenagem irá diminuir ainda mais.


Quanto aos freios, o barulho do disco a oficina não resolveu... Mas deu aquele ajuste no traseiro e chamei os dois juntos a tarde e a frenagem ficou 10... Sempre fico esperto com o freio dianteiro em curvas e em ruas sujas e molhadas pois ja tomei alguns capotes nessas condições...

> um dos parafusos do tanque está mal colocado e está enferrujado...

Mal colocado ou mal apertado? Se estiver mal apertado, alguma coisa vai se soltar e dar problema. Tem de ser resolvido, e rápido. Quanto à ferrugem de parafusos, se a Dafra não resolver, fica aqui minha sugestão: Há centenas de fornecedores nacionais de parafusos, é questão de buscar as alternativas corretas e fazer a troca. Dos componentes da moto, os parafusos devem ser os mais baratos e fáceis de trocar. Além das porcas e arruelas.

Trocado pela concessionária...

> o marcador de combustível é enfeite pois encho o tanque ele fica lá em cima, depois de 150km rodados e 5 litros menos de gasolina ela vai pras cucuia e não funciona mais... pior que descobri essa semana que a reserva não dá pra rodar nada... tive pane seca...

Isso foi bastante comentado aqui no fórum. Duvido que seja resolvido a curto prazo (ou seja, durante nossas garantias).

NÃO resolvido pela concessionária... Se limitaram à dizer "é assim mesmo mas daremos uma olhada..."

> com os dias frios ela é meio chata pra ligar, se não esquentar não anda...

Isso vale para todas as motos de baixa cilindrada. Aliás, valia para todos os veículos automotores até bem pouco tempo atrás. O uso de novas tecnologias como a injeção eletrônica é que permitiu que automóveis funcionassem muito bem a frio. A nova geração é que está mal acostumada com essas facilidades...

E vai continuar assim hehehe...

Vou postar la no tópico da revisão meus comentários...

[]s

Luciano Marx
avatar
MARXONLINE
Novato
Novato

Número de Mensagens : 7
Idade : 44
Localização : Marília/SP
Data de inscrição : 12/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Mensagem  jeff em Qua Out 15, 2008 8:06 am

Retificando:

Errei quando disse mais de 10 A, confundi o efeito de resistências em paralelo (elas é que deixariam passar mais corrente no circuito). A capacidade de corrente do fusível é invariável, o Marx está correto.

Mas de qualquer forma, isso não se faz. (Devia ter dito: como todo técnico mecânico não sabe Wink)

Um abraço,

Jeff

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Mensagem  marcelo_rsb em Qui Out 16, 2008 12:14 am

Tô meio na pressa, e não pude ler direito... mas se associar dos fusíveis em paralelo eles suportarão o dobro da corrente!(O Fusível é na verdade um resistor que quando passa carga de mais esquenta de mais e então se rompe, caso coloque dois, divide a carga entre eles...)
TOTALMENTE REPROVÁVEL!
*Caso não seja essa a duvida, esqueçam o que disse!
avatar
marcelo_rsb
Membro Senior
Membro Senior

Número de Mensagens : 515
Idade : 29
Localização : Uberlândia-MG
Moto : Kansas 250cc
Data de inscrição : 08/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Mensagem  jeff em Qui Out 16, 2008 8:25 am

É isso mesmo, é que eu estava com a cabeça na lei de Ohm quando fiz o comentário e associei resistências e não fusíveis... coisas da idade, liga não...

_________________
A quantidade de óleo de Kansas e Speeds para troca é de 1,2 litro no mínimo, 1,3 litro ideal e 1,4 litro no máximo. Colocar menos que o ideal causará prejuízo com o desgaste dos componentes do motor, o qual poderá travar em alta rotação, colocando sua vida e a de sua garupa em risco. A quantidade recomendada no manual do proprietário está errada e a dafra tem que assumir esse erro, informando a todos os proprietários. O quadro da Kansas está sujeito à quebra e a dafra está substituindo gratuitamente, independente de garantia, desde que você leve a moto com o quadro trincado/quebrado até eles. No entanto, negam indenização a quem se acidente, como aconteceu com o Leão do Asfalto de Sergipe. Eles deveriam fazer um recall com ampla divulgação, mesmo caso da quantidade de óleo. Há vidas em risco e com isso não se brinca nem se pode protelar soluções. Tudo que escrevo representa minha opinião pessoal. Assinado Jeff, proprietário de uma Kansas 2009 com 75.000 km sem problemas de motor (só câmbio) pelo uso correto do óleo.
avatar
jeff
Jedi
Jedi

Número de Mensagens : 10955
Idade : 56
Localização : Santo André / Biritiba - SP / Florianópolis - SC
Moto : Kansas 150cc
Data de inscrição : 27/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MEUS DEFEITOS AOS 1000KM

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum